Salário mínimo ideal para as famílias, no Brasil, seria de R$ 5,4 mil, aponta Dieese

Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

A projeção de salário mínimo para 2022, no valor de R$ 1.169, está distante do necessário para a sobrevivência das famílias do Brasil. Segundo o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), o valor ideal seria de R$ 5,4 mil para garantir o básico nos lares.

Conforme a entidade, caso o novo piso nacional seja aprovado, ampliará a diferença entre o piso real, de R$ 1.100 em vigor e de R$ 1.169 previsto para o próximo ano. O Dieese considera a cesta básica mais cara de 17 capitais e as necessidades básicas de uma família com dois adultos e duas crianças, de acordo com a Constituição Federal, entre elas, alimentação, educação, moradia, saúde e transporte.

Desde 2019, o piso nacional passou a ser corrigido apenas pelo INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor), o que não traz ganho real à remuneração dos trabalhadores. Com isso, o salário mínimo fica mais distante do valor necessário para a sobrevivência das famílias.

Em 2020, os alimentos subiram 18% contra uma inflação de 4,5%. Assim, numa cesta de bens que o brasileiro pagava R$ 1.100 no ano passado, no início de 2022 ele estará pagando R$ 1.182, obrigando-o a reduzir o consumo para conseguir manter o orçamento da família.

Fonte: https://gcmais.com.br/