Gasolina sobe e já chega a R$ 8 o litro; etanol e diesel também encarecem nas bombas

Imagem de divulgação da Web

O preço médio da gasolina, um dos itens que mais tem pressionado a inflação no nosso país, subiu novamente na semana passada nos postos e se aproxima de R$ 7 o litro.

O monitoramento da ANP, a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis, revela que, na semana entre os dias 31 de outubro e 6 de novembro, o valor médio do litro da gasolina comum subiu para R$ 6,71, 15 centavos a mais do que os R$ 6,56 cobrados na semana imediatamente anterior. Isso, na média.

Em todas as regiões do país, a ANP encontrou postos cobrando mais de R$ 7 pelo litro da gasolina, sendo o valor mais alto encontrado em porto na cidade de Bage, no Rio Grande do Sul: R$ 8, arredondando os milésimos.

O etanol e o diesel também subiram entre a semana retrasada e a semana passada. Segundo os registros da Agência, o valor médio do litro do etanol hidratado passou de R$ 5,07 para R$ 5,29, R$ 0,22 de alta no preço médio.

Já o valor médio do diesel subiu 13 centavos entre a última semana de outubro e a primeira de novembro, atingindo R$ 5,34 o litro – mas tem caminhoneiro pagando até R$ 6,70 pelo litro do combustível. Esse valor máximo do combustível usado em caminhões foi encontrado pela ANP, na semana passada, em Cruzeiro do Sul, no Acre.

Ainda de acordo com a pesquisa da Agência Nacional do Petróleo, os preços mais caros da gasolina no Ceará são nos municípios de Fortaleza e Crateús, onde o produto chega a R$ 7,19 o litro.

A pesquisa foi realizada entre os dias 31 de outubro e 6 de novembro, consultando 205 postos em todo o Estado. O preço médio da gasolina no Ceará ficou em R$ 6,91, com o valor mínimo de R$ 6,39, registrado também na Capital.

Fonte: https://gcmais.com.br/