Fortaleza vira o jogo, se garante no G4 e rebaixa o Bahia para a Série B

Imagem de divulgação da Web

Fortaleza e Bahia fizeram jogo de três pênaltis, nesta quinta-feira (9), no Castelão, em jogo válido pela última rodada do Brasileirão Série A. O Leão do Pici levou a melhor, vencendo, de virada, por 2 a 1. Welington Paulista e Yago Pikachu marcaram para os mandantes, enquanto Rodriguinho marcou o gol do Esquadrão.

O JOGO

Apesar da situação do Bahia, a partida não teve grandes lances. Ambas equipes buscaram se estudar. O Fortaleza esperou o Bahia criar, para poder se aproveitar dos contra-ataques. Ao mesmo tempo, o Bahia tinha mais posse de bola, porém pecava demais no último passe.

O Esquadrão acabou saindo na frente, aos 25 minutos. Marcelo Boeck saiu mal do gol e atingiu o rosto de Gilberto. O árbitro marcou a penalidade e Rodriguinho tratou de converter, fazendo 1 a 0 para os visitantes.

Com a vantagem, o Bahia tratou de se preocupar apenas com sua defesa e abdicou de criar. O Fortaleza  aproveitou e, aos poucos, foi chegando ao ataque. Aos 48, no final do primeiro tempo, o Leão conseguiu um pênalti. Matheus Bahia derrubou Tinga na área. Welington Paulista converteu e empatou, indo, assim, as duas equipes para o intervalo.

Fortaleza e Bahia fizeram jogo de três pênaltis, nesta quinta-feira (9), no Castelão, em jogo válido pela última rodada do Brasileirão Série A. O Leão do Pici levou a melhor, vencendo, de virada, por 2 a 1. Welington Paulista e Yago Pikachu marcaram para os mandantes, enquanto Rodriguinho marcou o gol do Esquadrão.

O JOGO

Apesar da situação do Bahia, a partida não teve grandes lances. Ambas equipes buscaram se estudar. O Fortaleza esperou o Bahia criar, para poder se aproveitar dos contra-ataques. Ao mesmo tempo, o Bahia tinha mais posse de bola, porém pecava demais no último passe.

O Esquadrão acabou saindo na frente, aos 25 minutos. Marcelo Boeck saiu mal do gol e atingiu o rosto de Gilberto. O árbitro marcou a penalidade e Rodriguinho tratou de converter, fazendo 1 a 0 para os visitantes.

Com a vantagem, o Bahia tratou de se preocupar apenas com sua defesa e abdicou de criar. O Fortaleza  aproveitou e, aos poucos, foi chegando ao ataque. Aos 48, no final do primeiro tempo, o Leão conseguiu um pênalti. Matheus Bahia derrubou Tinga na área. Welington Paulista converteu e empatou, indo, assim, as duas equipes para o intervalo.

A segunda etapa, portanto, foi semelhante ao primeiro tempo: uma partida de poucos lances. O lance de perigo que decidiu a partida veio aos 33 minutos, quando Igor Torres driblou Nino Paraíba, o deixando no chão, e finalizou. Danilo Fernandes defendeu e no rebote David chutou contra o corpo de Conti. O juiz à princípio nada marcou, mas com a revisão do VAR acabou mudando de idéia e vendo um toque de não do zagueiro argentino. Yago Pikachu converteu e virou o jogo.

Fonte: https://esportenewsmundo.com.br/

Zeudir Queiroz