Assessor preso do senador Marcos Rogério abastecia Fortaleza com droga

Senador Marcos Rogério. (Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado)

A Polícia Federal prendeu nesta quarta-feira (1) Marcelo Guimarães Cortez Leite, que é assessor do senador Marcos Rogério (DEM-RO). Ele é acusado de fazer parte de um esquema criminoso de envio de carregamento de drogas de Rondônia para Fortaleza. A casa do assessor também foi alvo de um mandado de busca e apreensão, decretado pelo juiz Luís Antônio Sanada Rocha, da 1ª Vara de Tóxicos e Delitos de Porto Velho. Após a prisão, o senador exonerou o assessor do quadro de funcionários de seu gabinete.

A ação faz parte da Operação Alcance, que tem como objetivo desarticular um esquema de envio de drogas de Rondônia para Fortaleza. Em Porto Velho é investigada a lavagem de dinheiro do esquema. Os investigadores informaram que o grupo movimentou uma tonelada de cocaína e chegou a receber R$ 1,5 milhão em 15 dias.

Até o momento, a PF cumpriu 102 mandados judiciais, sendo 42 de prisão preventiva e 60 de busca e apreensão nas cidades de Porto Velho, Cacoal e Guajará-Mirim, todas em Rondônia, Fortaleza, no Ceará, Boa Vista e Santa Luzia em Minas Gerais.

As investigações, que iniciaram em 2020, apontam que integrantes do grupo atuavam em duas frentes: um núcleo responsável na remessa de droga em carretas para o estado do Ceará e outro na ocultação do patrimônio. Em novembro do ano passado, o homem apontado como líder do grupo foi preso. Durante as investigações, a PF apreendeu uma tonelada de cocaína distribuídas em sete remessas. O dinheiro da droga era recebido de forma dissimulada em contas bancárias, em nome de empresas e de terceiros.

Fonte: https://cn7.com.br/