Dia da Consciência Negra: confira a programação cultural gratuita, online e presencial

A agenda de atividades até o fim do mês. Foto: Divulgação

A Secretaria da Cultura de Fortaleza (Secultfor) preparou uma programação especial e gratuita em alusão ao Dia da Consciência Negra, que é celebrado em 20 de novembro. As atividades culturais começam neste sábado (20) e seguem até o fim do mês. Boa parte dos eventos ocorrerá de forma presencial, na Praia de Iracema, além de espaços como a Biblioteca Herbênia Gurgel, o Centro Cultural Casa do Barão de Camocim, o Mercado dos Pinhões e a Vila das Artes.

Entre os destaques da programação presencial, o show de Lorena Nunes e Viramundo, exibição de obras cinematográficas, do espetáculo teatral “Todo Camburão tem Um Pouco de Navio Negreiro” do Grupo Nóis de Teatro, roda de capoeira, roda de conversa “Cantos e Encantos das Afro-narrativas”, leitura compartilhada e painel com a temática “Cultura Negra”, além de atividade formativa com oficinas de “princípios básicos de dança moderna contemporânea”, “dançando com a tela” e “Swing Jazz: Entre o Lindy Hop e o Charsleston”.

Na tradicional Rua dos Tabajaras, que fica localizada na Praia de Iracema, ocorrerão feiras criativas do projeto “Rueira – Circuito Tabajaras de Feiras Criativas” como parte da programação “Fortaleza Negra – Aquilombamento criativo e inclusivo”. Essa atividade, que faz sua estreia no calendário fortalezense, tem como objetivo incentivar a economia circular por meio de linhas de apoio e fomento a feirinhas que reúnem, num só ambiente, expositores dos mais variados segmentos de moda autoral, moda sustentável, artes, artesanato, design, decoração e gastronomia.

O Rueira recebe ainda “Feira Orgânica da Praia”, movimento criativo que promove o encontro de produtores locais e apreciadores de ideias coletivas e participativas, além do lançamento do livro “Eu Guineense – Térreo da Esperança”, de autoria de Ninto João Bico Vaz; pockets shows com o DJ Nego Célio, a cantora a Mumutante, a artista não-binária Jeffe e a cantora e Mc Carú Lima.

Já a programação virtual apresenta como destaque uma ação formativa com vivência em musicalidade ancestral do Ukilombo Capoeira, além de uma série de podcasts. Neste sábado (20), sempre às 11h, o podcast “Nas Ondas de Iracema” estreia um novo episódio, a iniciativa faz parte de uma série especial com a temática “Fortaleza Negra – Diálogos Ancestrais Criativos que movem estruturas”. O podcast do Bel, do Centro Cultural Belchior, coloca no ar o “Papo de Negres” com Dediane Souza, Mateus Fazeno Rock e Preto Zezé.

Programação cultural

Até o próximo dia 30 de outubro, das 8h às 17h, a Biblioteca Herbênia Gurgel exibe painel com a temática Cultura Negra. Neste sábado (20), às 11h, o Instituto Iracema estreia um novo episódio no podcast “Nas Ondas de Iracema”. A série especial lançará os seguintes episódios: dia 17, “Protagonismo de mulheres negras na luta antirracista”; dia 18, “Algumas notas sobre pertencimento em Zora Neale Hurston, a gênia do Sul e primeira antropóloga negra das Américas”; dia 19, “A questão racial no Ceará”; dia 20, “O Racismo estrutural dentro da música”. Toda a programação tem transmissão via Spotify e Google Podcast.

Também neste sábado (20), a partir das 16h, o Instituto Iracema promove o “Rueira – Circuito Tabajaras de Feiras Criativas”, na Rua dos Tabajaras. O evento conta com: às 19h, lançamento do livro “Eu Guineense – Térreo da Esperança”; às 20h, pocket show com a cantora a Mumutante; às 21h, pocket show com a artista não-binária Jeffe; e, às 21h30, com a cantora e Mc Carú Lima.

Das 17h às 18h30 deste sábado (20), o Centro Cultural Casa do Barão de Camocim recebe o lançamento do 4º número da revista “Reticências”, publicação editada pela pesquisadora Ana Cecília Soares e pelo artista visual Júnior Pimenta, que traz como eixo editorial desta edição a falsa estimativa de que no Ceará não existem negros. Esta edição conta com a colaboração da editora Maria Cecília Félix Calaça, artista visual e pesquisadora da Arte Africana Tradicional e Afro-brasileira.

Às 18h deste sábado (20), o Mercado dos Pinhões realiza atividade especial, com show da cantora Lorena Nunes e do grupo Viramundo.

Já o Cineclube Vila das Artes fará uma sessão especial em alusão a data através do Canal de YouTube da Vila na próxima segunda-feira (22), às 18h. A curadoria das obras foi realizada pelo artista visual e pesquisador Clébson Francisco e os filmes a serem exibidos são: “Onde a noite não adormece”, de Rodrigo Ferreira e Paolla Martins; “Inimigo”, de Alisson Severino; “Eroica”, de Josy Macedo; e “I am virus”, de Paula Trojany. As exibições serão seguidas por debate ao vivo com o tema “Entre a Forma e a Quebra: O Tempo Negro”. Participam os realizadores dos filmes e a mediação é da artista e produtora cultural Ana Aline Furtado.

As atividades continuam no dia 23, às 15h, com apresentação de roda de capoeira, também na Biblioteca Herbênia Gurgel. Na quarta-feira (24), estreia o podcast do Bel, do Centro Cultural Belchior, com a temática “Papo de Negres” com Dediane Souza, Mateus Fazeno Rock e Preto Zezé. A conversa estreia através do canal do equipamento no Spotify e no YouTube.

Também na quarta (24), às 18h, a Vila das Artes recebe o espetáculo teatral “Todo Camburão tem Um Pouco de Navio Negreiro”, do Grupo Nóis de Teatro. A encenação foi uma das vencedoras do Prêmio Funarte de Arte Negra de 2012 e conta a história de Natanael, menino negro que inserido num contexto de opressão e violência toma decisões que lhe custarão um julgamento popular. Convocado à decisão sobre o destino de Natanael, o público se vê inserido num forte debate sobre o extermínio da juventude negra nas periferias.

Já na quinta (25), às 14h, a Biblioteca da Vila das Artes realiza uma roda de conversa com a temática “Cantos e encantos das Afro-narrativas” com a professora, pesquisadora, escritora e cantora Patrícia Adjoke. Em pauta, a influência da negritude na linguagem, nas ciências, artes e filosofias.

Atividades formativas

De 23 a 26 de novembro, o Instituto Iracema promove atividade formativa com vivência em musicalidade ancestral do Ukilombo Capoeira, ministrada por Gil Pereira – esta programação ocorre em formato virtual, via Google Meet. As atividades do Instituto ocorrem em parceria com a Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab).

A Escola Pública de Dança da Vila das Artes promove, aos sábados de novembro, uma série de ações destinadas a crianças e adolescentes com idade entre 8 e 16 anos. Das sete atividades, três mantêm ligação com o Dia da Consciência Negra, são elas: oficina “Princípios Básicos da Dança Moderna Contemporânea”, com Fabiana Lima, no dia 20, das 9h às 11h30 (Turma 1) e das 14h às 16h30 (Turma 2); “Dançando com a Tela”, com Janaína Bento, no dia 27 (sábado), das 9h às 11h30 (Turma 1) e das 14h às 16h30 (Turma 2); “Swing Jazz: Entre o Lindy Hop e o Charleston”, com Rubéns Lopes, no dia 27, das 9h às 11h30 (Turma 1) e das 14h às 16h30 (Turma 2). As inscrições podem ser realizadas virtualmente através do link www.linktr.ee/viladasartes.

Agenda de atividades presenciais

Até 30/11, das 8h às 17h
Exibição painel (Consciência Negra) | Tema: Cultura negra
Local: Biblioteca Herbênia Gurgel (Rua 531, 25, 2ª etapa – Conjunto Ceará)

Dia 20/11, a partir das 16h
Rueira – Circuito Tabajaras de Feiras Criativas | Palco “Quilombo Tabajaras – nossas vozes não vão parar de ecoar”
19h – Lançamento do livro “Eu Guineense – Térreo da Esperança” de autoria de Ninto João Bico Vaz
20h – Pocket show com DJ Nego Célio
20h30 – Pocket show com a cantora a Mumutante
21h – Pocket show com a artista não-binária Jeffe
21h30 – Pocket show com a cantora e MC Carú Lima
Local: Rua dos Tabajaras – Praia de Iracema
O evento ficará concentrado no trecho que compreende a Igreja São Pedro (em frente ao Ateliê da Silvânia de Deus – Sil) e a Loja Negro Piche.

20/11 (sábado), das 17h às 18h30
Lançamento do 4º número da revista “Reticências”
Local: Centro Cultural Casa do Barão de Camocim (Rua General Sampaio, 1623 – Centro)

20/11 (sábado), às 18h
Show com Lorena Nunes e Grupo Viramundo
Local: Mercado dos Pinhões

23/11 (terça-feira), às 15h
Apresentação roda de capoeira
Local: Biblioteca Herbênia Gurgel (Rua 531, 25, 2. etapa – Conjunto Ceará)

24/11 (quarta-feira), às 18h
Espetáculo teatral “Todo Camburão tem Um Pouco de Navio Negreiro”, do Grupo Nóis de Teatro
Local: Vila das Artes (Rua 24 de Maio, 1221 – Centro)

25/11, às 14h
Roda de Conversa “Cantos e encantos das Afro-narrativas”, com Patrícia Adjoke
Local: Biblioteca da Vila das Artes (Rua 24 de Maio, 1221 – Centro)

27/11 (sábado), das 9h às 11h30 (Turma 1) e das 14h às 16h30 (Turma 2)
Oficinas “Dançando na Vila” – “Dançando com a Tela”, com Janaína Bento
Inscrições: Até 24/11, em www.linktr.ee/viladasartes
Local: Vila das Artes (Rua 24 de Maio, 1221 – Centro)
Idade: 14 a 16 anos

27/11 (sábado), das 9h às 11h30 (Turma 1) e das 14h às 16h30 (Turma 2)
Oficina “Swing Jazz: Entre o Lindy Hop e o Charsleston”, com Rubéns Lopes
Inscrições: Até 24/11, em www.linktr.ee/viladasartes
Local: Vila das Artes (Rua 24 de Maio, 1221 – Centro)
Idade: 13 a 16 anos

Agenda de atividades virtuais

20/11
Podcast “Nas Ondas de Iracema”
Série especial “Fortaleza Negra – Diálogos Ancestrais criativos que movem estruturas”
Transmissão via Spotify e Google Podcast

20/11, às 11h – Episódio “O Racismo estrutural dentro da música”
Episódio: “O racismo estrutural dentro da música”
Convidados: Pedro David Quissongo e Thais Souza do Rosário
Mediadores: Erica Vasconcelos e Ricardo Gadelha

22/11 (segunda-feira), às 18h
Cineclube Vila das Artes
Filmes: “Onde a noite não adormece”, de Rodrigo Ferreira e Paolla Martins, “Inimigo”, de Alisson Severino; “Eroica”, de Josy Macedo; e “I am virus”, de Paula Trojany
Local: Canal da Vila das Artes no Youtube

De 23/11 a 26/11
Ação formativa (curso 12h) – “Vivência Musicalidade Ancestral Ukilombo Capoeira” com Gil Pereira
Via Google Meet

24/11 (quarta-feira)
Podcast do Bel “Papo de Negres”, com Dediane Souza, Mateus Fazeno Rock e Preto Zezé
No Spotify e Canal de YouTube do Centro Cultural Belchior