Obra da primeira usina de dessalinização de água do mar do Brasil é iniciada em Caucaia

Uma iniciativa inédita no Brasil está prestes a virar realidade em Caucaia. Esta semana deu início a obra da usina de dessalinização de água do mar na Praia do Pacheco. A obra tem um valor total de 11,298 milhões e será executada pelo Consórcio Wai Seta Caucaia Ltda. O prazo para conclusão dos serviços é de seis meses.

A indústria de dessalinização produz água potável e agrícola nas regiões costeiras áridas do mundo. A iniciativa inovadora em Caucaia foi viabilizada após a Prefeitura apresentar o projeto em setembro de 2018 ao Ministério do Desenvolvimento Regional, em Brasília. O órgão autorizou a liberação de R$ 10,9 milhões em recursos federais para a construção da usina de dessalinização no município.

O equipamento funcionará no Pacheco, ponto do litoral caucaiense. Com capacidade de 1.200 metros cúbicos por dia, a usina vai garantir água de qualidade a mais de 12 mil famílias de Caucaia. Isso equivale a mais de 40 mil habitantes (ou 11% de toda a população do município).

Para isso, a máquina utilizada na operação será do tipo plug&play e transformará água do mar em própria para consumo humano por uma técnica conhecida como “osmose reversa”, cujo funcionamento se dá através de uma membrana semipermeável que absorve o sal e os componentes nocivos à saúde humana e deixa passar apenas a água limpa.

Trata-se do primeiro município brasileiro a operar com este sistema de dessalinização da água do mar. O empreendimento será erguido numa área de 1.450 m² na Praia do Pacheco.

Quando estiver em operação, o dessalinizador da água do mar será uma alternativa à escassez de recursos hídricos. A água tratada seguirá para a rede de distribuição da Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece).

Fonte: https://www.atrombetanews.com.br/

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Digite seu comentário
Por favor digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.