Heitor Férrer vai recorrer da decisão judicial que não acatou anulação de eleição

A Coligação Fortaleza Merece Mais (PDT/PPs) declarou, na noite desta terça-feira, 9, que irá recorrer da decisão judicial que indeferiu o pedido de suspender as eleições municipais de Fortaleza, no da tarde de hoje. A coligação de Heitor Férrer alega que o candidato foi prejudicado pelas pesquisas de intenção de voto, nas quais ele aparecia na quarta colocação. Porém, o candidato terminou em terceiro, próximo de Elmano e Roberto Cláudio, que avançaram ao segundo turno.

Por meio de nota, a Coligação e os Partidos PDT e PPS recorrerão para o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-CE) da decisão, argumentando que a normalidade do processo eleitoral foi quebrada quando uma rede nacional de televisão divulgou pesquisa distorcida da realidade.

Na nota, os partidos disseram: “ao colocar o nome do Candidato Heitor Férrer em quarto lugar, quando este já se apresentava como terceiro colocado, prejudicou gravemente sua candidatura. É fato público e notório que a divulgação da pesquisa errada afastou os eleitores indecisos, que optaram por conceder o “voto útil” aos candidatos mais bem posicionados na pesquisa flagrantemente distorcida”.

A decisão
O juiz eleitoral Mário Parente, da 114ª Zona, julgou, no fim da tarde de hoje, o pedido de anulação do primeiro turno em Fortaleza, requerido pela coligação do candidato Heitor Férrer (PDT). O juiz optou inicialmente por determinar que o Ibope o Datafolha, além das coligações de Elmano de Freitas (PT) e Heitor Férrer (PDT) apresentem defesa.

Leia a íntegra da nota:

“A Coligação Fortaleza Merece Mais (PDT/PPS) e os Partidos PDT e PPS, que têm Heitor Férrer, como Candidato à Prefeitura de Fortaleza, esclarecem ao público que recorrerão da decisão do Juiz Eleitoral da 114ª Zona, que no fim da tarde desta terça-feira (09) indeferiu o pedido de suspender as eleições municipais em Fortaleza.

 

A Coligação Fortaleza Merece Mais (PDT/PPS) e os Partidos PDT e PPS recorrerão para o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-CE) da decisão, enfatizando que a normalidade do processo eleitoral foi quebrada quando rede nacional de televisão divulgou pesquisa completamente distorcida da realidade, como expressamente reconhecido na decisão. Tal fato configurou uso indevido de meio de comunicação social em prejuízo de candidaturas. Ao colocar o nome do Candidato Heitor Férrer em quarto lugar, quando este já se apresentava como terceiro colocado, prejudicou gravemente sua candidatura.

 

É fato público e notório que a divulgação da pesquisa errada afastou os eleitores indecisos, que optaram por conceder o “voto útil” aos candidatos mais bem posicionados na pesquisa flagrantemente distorcida. A Coligação Fortaleza Merece Mais (PDT/PPS) e os Partidos PDT e PPS reafirmam o propósito de lutar até as últimas instâncias do poder judiciário na busca da preservação da lisura das eleições em Fortaleza”.

Do O Povo

Zeudir Queiroz