PT divulga nomes que devem disputar eleição para o Governo do Ceará

Foto: Reprodução

O deputado federal José Guimarães, vice-presidente do PT Nacional, divulgou nesta quinta-feira (21), os nomes que foram colocados à disposição da legenda para disputar o Governo do Ceará. A decisão deve sair até o próximo sábado (23), na reunião entre membros do partido no “Encontro de Tática do PT”, em Fortaleza. Os petistas, junto com outras siglas, como MDB, PP e PCdoB, anunciaram que formarão palanque próprio após o rompimento com o PDT.

A escolha do ex-prefeito Roberto Cláudio (PDT) como pré-candidato ao Governo pelo grupo dos Ferreira Gomes foi o estopim para o que os petistas quebrassem a aliança com o partido no Estado após 16 anos de união.

Entre os nomes citados por Guimarães, estão os três deputados federais do PT no Ceará: o próprio Guimarães, Luizianne Lins e José Airton Cirilo. Também são cotados os deputados estaduais Elmano Freitas e Fernando Santana e os vereadores de Fortaleza Guilherme Sampaio e Larissa Gaspar.

PT rompe aliança com os Ferreira Gomes no Governo do Ceará

O PT Ceará aprovou a resolução para romper a aliança com o PDT no Estado. A decisão foi tomada na tarde desta terça-feira (19), no diretório do PT em Fortaleza, em um encontro híbrido (presencial e pela internet). O anúncio feito na ultima segunda-feira (18) de que o candidato do PDT será o ex-prefeito Roberto Cláudio, acirrou a corrida pelo Governo do Estado do Ceará.

Pouco antes, os políticos cearenses confirmaram que Izolda seria o único nome de consenso por enquanto. Todos queriam discutir a possibilidade de candidatura própria do PT no Ceará. Em nota, o Partido dos Trabalhadores informou que o fato de lançar Roberto Cláudio como candidato a governador, representou “rompimento tácito e unilateral da aliança até então estabelecida”. A mensagem ainda relata que o PDT se fechou para o diálogo.

“O PDT se fechou em copas. Tratou todas as tentativas de diálogo prévio à sua escolha como intromissão indevida. Ignorou inclusive as manifestações públicas de preferência de partidos aliados, lideranças, inclusive do ex-governador Camilo Santana pelo nome de sua filiada e atual governadora Izolda Cela, que, no cargo, manifestou publicamente seu interesse e sua legítima pretensão de postular sua reeleição” afirmou.

A resolução ainda se solidarizou com a governadora do Estado  e reconheceu a “sua extraordinária contribuição ao Ceará em todas as funções públicas que brilhantemente desempenhou e desempenha”.

Por fim, a resolução confirmou as pré-candidaturas do ex- governador Camilo Santana para o Senado e do ex-presidente Lula para o cargo máximo do País.

Fonte: https://gcmais.com.br/

Zeudir Queiroz