Novo decreto no Ceará amplia funcionamento de shoppings e restaurantes até 22 horas

Na tarde desta sexta-feira (4), o governador Camilo Santana anunciou as medidas do novo decreto estadual. Shopings e restaurantes tiveram o horário ampliado até as 22 horas e o toque de recolher passou para as 23 horas. A medida é válida para todas as regiões, com exceção do Cariri, que apresentou taxa de positividade de casos de Covid-19 acima de 50%.

Camilo anunciou ainda a autorização da realização de eventos corporativos a partir do próximo dia 14 de junho, com limitação de público e protocolos sanitários.

Antes de pontuar as determinações do novo decreto no Ceará, o gestor apresentou as ações do governo do Ceará no enfrentamento à Covid-19. Vale lembrar que as novas medidas começam a partir desta segunda-feira (7).

O secretário da Saúde, Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrino, o Dr.Cabeto, destacou na live que a taxa de positividade dos exames reduziu significativamente em Fortaleza, mas ainda permanece elevada dos outros municípios.

Dr. Cabeto pontuou ainda que houve redução dos números de atendimentos por Covid-19 nas emergências e nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) de Fortaleza, e redução da letalidade e dos casos acima de 70 anos.

Segundo ainda Cabeto, a maioria da população acima de 60 anos já recebeu a primeira dose da vacina. Os dados apresentados pelo secretário da Saúde informam que não houve redução de transmissão em relação a última semana.

Novas medidas do novo decreto no Ceará

  • Comércio de rua: 10h às 19h
  • Comércio em shopping: 12h às 22h
  • Restaurantes: 10h às 22h (com capacidade de até 50%)
  • Toque de recolher: 23h às 5h

Região do Cariri

Durante a live, Camilo Santana mostrou preocupação com o Cariri, que permanecerá por precaução com as medidas mais restritivas, em virtude da taxa de positividade de casos de Covid-19 acima de 50%.

O secretário da Saúde, Dr.Cabeto, informou que os indicadores no Cariri apresentam números preocupantes em Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e enfermaria.

Fonte: https://gcmais.com.br/