Após quadra chuvosa, Ceará entra na temporada de ventos fortes

Foto: Reprodução/Funceme

Quando termina a quadra chuvosa no Ceará, em junho, começa o período de estiagem. Apesar de julho ter apresentado boas chuvas nos 10 primeiros dias, a tendência de redução nas precipitações já se confirma.

Além da diminuição das chuvas, o segundo semestre também traz a temporada de ventos. O meteorologista da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), Vinícius Oliveira, explica que, a partir de agosto, os ventos ficam ainda mais fortes.

Com a chegada do segundo semestre percebemos que os ventos ficam mais fortes aqui no Estado do Ceará. E é justamente nesse período que são mais intensos. Principalmente nos meses de agosto, setembro e outubro. Mais fortes e mais intensos por conta da aproximação do centro de alta pressão no oceano Atlântico do Brasil. E é justamente nesse sistema, que se origina próximo da faixa Litorânea da nossa Costa do Estado, que vamos perceber essa intensidade mais forte.

De acordo com o Vinícius Oliveira, além de serem mais constantes no segundo semestre, essas rajadas de vento são também mais fortes.

Aqui no estado, as rajadas de ventos são abruptas, repentinos e de curta duração. Os ventos, em média, neste período, principalmente nesses meses de agosto e setembro, chegam a mais de 60 quilômetros por hora.

Conforme dados da Funceme, Fortaleza registrou algumas rajadas acima dos 40 quilômetros por hora desde o início de julho. Foram pelo menos 4 eventos dessa natureza. No dia 13 de julho, os ventos chegaram a 43 km/h.

Fonte: https://gcmais.com.br/

Zeudir Queiroz