Três suspeitos de matar pai e dois filhos de São Paulo e abandoná-los em estrada de terra em Caucaia são presos

O crime aconteceu em novembro de 2021. As vítimas tinham vindo de São Paulo para trabalhar em uma empresa do Porto do Pecém, localizado em cidade da Região Metropolitana de Fortaleza.

Pai e os dois filhos foram achados mortos em estrada de terra, em Caucaia, na Grande Fortaleza — Foto: Arquivo pessoal

Três suspeitos de assassinar um homem e seus dois filhos foram localizados e presos nesta segunda-feira (30) na localidade de Pecém, em São Gonçalo do Amarante, Região Metropolitana de Fortaleza. As vítimas foram encontradas com marcas de tiros em dezembro de 2021 em uma estrada na localidade de Catuana, em Caucaia, no Ceará.

As vítimas foram Pedro Leal da Silva, de 53 anos, Keilon Martins da Silva, 23 anos, e Kearney Martins da Silva, 25 anos. Eles vieram de São Paulo para o Ceará para prestar serviço a uma empresa no Porto do Pecém. Os homens foram considerados desaparecidos em 28 de novembro de 2021. Os corpos foram encontrados no dia 1º de dezembro.

Os presos foram identificados pela Secretaria da Segurança Pública (SSPDS) como Max Jardel Alves dos Santos (26), com antecedentes criminais por ameaça, tráfico de drogas, desacato e desobediência a ordem de funcionário público, contravenção penal, crime contra a administração pública e de trânsito; Leonardo Sousa dos Santos (26), com passagens por crimes contra a administração pública e contra a honra; e Artemio Gomes de Souza (25), até então sem antecedentes.

Com eles foram apreendidos cinco celulares, drogas, balança de precisão e sacos para embalar entorpecentes. O trio foi levado para a Delegacia Metropolitana de Caucaia, onde as ordens judiciais expedidas pela Comarca de São Gonçalo do Amarante foram cumpridas.

A Polícia Civil segue investigando o caso para identificar e capturar outros envolvidos no triplo homicídio, bem como chegar à motivação do fato.

O crime

Os corpos das vítimas foram encontrados em uma estrada de terra na Rodovia CE-085, em Caucaia, município vizinho a Fortaleza. Eles foram atingidos por disparos de arma de fogo e já estavam em estágio avançado de decomposição, segundo afirmou o perito Leão Júnior, da Perícia Forense de Ceará.

As investigações ficaram sob responsabilidade do Núcleo de Homicídios e Proteção à Pessoa (NHPP) da Delegacia Metropolitana de Caucaia.

Fonte: https://g1.globo.com/

 

Zeudir Queiroz