“Educação Sem Violência” é o novo foco de trabalho do Selo UNICEF de Caucaia

A educação é um direito assegurado como fundamental a todas as crianças brasileiras. Essa educação deve vir de maneira estruturada, a fim de que as crianças e adolescentes possam desfrutar desse momento da melhor forma possível. Para reafirmar que as palavras “educação” e “violência” não combinam, a Prefeitura de Caucaia, através da Comissão do Selo UNICEF, irá promover uma série de debates com foco na Educação Sem Violência.

“Nós acabamos de sair de uma campanha muito exitosa, de combate ao trabalho infantil, e já abraçamos, como sociedade, esse tema também tão importante. O dia 26 de junho é o Dia Nacional pela Educação sem Violência, momento oportuno para desmistificar uma série de paradigmas da nossa sociedade. O mais importante é entendermos que o processo de aprendizado nunca irá necessitar da violência para acontecer com sucesso, muito pela contrário”, disse Danyelle Alves, articuladora do Selo UNICEF em Caucaia.

O Dia Nacional pela Educação sem Violência, citado por Danyelle, foi instituído no Brasil na data da aprovação da lei nº A Lei nº 13.010, também conhecida como Lei Menino Bernardo, que proíbe o castigo corporal e o tratamento cruel ou degradante como forma de educar crianças e adolescentes. O nome foi dado em homenagem a Bernardo Boldrini, que foi assassinado aos 11 anos. Vídeos do acervo pessoal da família mostram Bernardo sendo maltratado pelo pai e pela madrasta que, segundo as investigações, ministraram superdosagem de sedativo ao menino. O caso chocou a opinião pública e levantou o debate sobre a prevenção das violências contra crianças e adolescentes no seio familiar.

A Prefeitura de Caucaia tem um trabalho preventivo, envolvendo principalmente a Educação Infantil do Município. De acordo com Elaine Rocha, coordenadora da Educação Infantil da Secretaria Municipal de Educação, os professores do município são orientados a trabalhar com uma política de vínculos, acolhendo não apenas as crianças, mas também as famílias. “Esse método propõe uma escuta ativa das crianças, seja através da fala, dos desenhos e outras atividades propostas aos pequenos em sala de aula. Tudo em concordância com o Plano Municipal pela Primeira Infância, política intersetorial da gestão municipal, que dá total assistência às crianças no município”, revela.

Sobre as consequências da violência contra criança no contexto educacional, Elaine revela que: “A violência pode causar um bloqueio no processo de desenvolvimento nas crianças. Violência verbal, física, e psicológica, sendo essa ainda mais danosa para os pequenos”, conclui.

Programação

Rodas de conversa, oficinas de arte e peça teatral fazem parte das iniciativas educativas e preventivas para promover o assunto nos equipamentos da Prefeitura até o final do mês de Junho. A peça abordará a história do Menino Bernardo. “A educação no município tem avançado tanto em estrutura quanto em formação de profissionais e investimento em tecnologia. Formas de aprendizado arcaicas não fazem parte da visão de humanização que temos na gestão municipal, e abraçarmos essa campanha, através do Selo UNICEF, é apenas mais uma das ações da prefeitura de Caucaia, no que tange o cuidado e o zelo com nossas crianças e adolescentes”, finaliza Deuzinho Filho, vice-prefeito de Caucaia.

Fonte: Ascom Caucaia

Zeudir Queiroz