Caucaia libera 1ª dose da vacina contra Covid para todas as idades a partir de 12 anos sem agendamento

A Prefeitura de Caucaia, através da Secretaria Municipal de Saúde, contempla todos os caucaienses que ainda não receberam a 1ª dose da Vacina contra Covid-19. Adolescentes e demais pessoas que ainda não realizaram o cadastramento digital podem se dirigir aos pontos fixos de vacinação para receber a 1ª dose do imunizante . No local, será realizado todo o processo necessário para a aplicação correta da vacina.

No entanto, quem for ser vacinado precisa apresentar o Cartão Nacional de Saúde, comprovante de residência, Identidade ou certidão de Nascimento. Se menor de idade, deve estar acompanhado de um responsável.

Já para a 2ª dose, após respeitado o prazo de 21 dias, basta comparecer a qualquer ponto fixo com os documentos e o cartão de vacinação em mãos.

Durante a semana, o atendimento acontece das 09h às 16h, no IFCE, Pabussu (até 29 de outubro); Grêmio, Açude; Escola 7 de Setembro, Guadalajara; Escola Rubens Vaz, Jurema; Paróquia Sagrado Coração de Jesus, Metrópole; e no Icaraí Club. Já aos finais de semana, também das 09h às 16h, a imunização acontece somente no Grêmio.

Imunossuprimidos

A dose de reforço para indivíduos com alto grau de imunossupressão teve início nesta segunda-feira (25), em Caucaia. Para a imunização é necessário respeitar o intervalo de 28 dias após a última dose do esquema básico. A aplicação da vacina acontece em qualquer um dos pontos de vacinação.

Imunossuprimidos que ainda não possuem o cadastro na Plataforma Saúde Digital devem se dirigir, na semana, a qualquer um dos pontos fixos de vacinação. Já no final de semana, o atendimento acontece somente no Grêmio. Os documentos necessários para a vacina são comprovante de residência, RG, cartão de vacina e do SUS e a declaração ou atestado médico.

O grupo de Imunossuprimidos inclui:
I – Imunodeficiência primária grave.
II – Quimioterapia para câncer.
III – Transplantados de órgão sólido ou de células tronco hematopoiéticas (TCTH) uso de drogas imunossupressoras.
IV – Pessoas vivendo com HIV/AIDS.
V – Uso de corticóides em doses ≥20 mg/dia de prednisona, ou equivalente, por ≥14 dias.
VI – Uso de drogas modificadoras da resposta imune (vide tabela 1).
VII – Auto inflamatórias, doenças intestinais inflamatórias.
VIII – Pacientes em hemodiálise.
IX – Pacientes com doenças imunomediadas inflamatórias crônicas.

Fonte: Ascom Caucaia

Zeudir Queiroz