Casos de Covid-19 crescem 72% na Região de Saúde de Fortaleza em uma semana

Secretaria da Saúde já havia alertado para maior circulação viral no estado. — Foto: Divulgação/Sesa

A Região de Saúde de Fortaleza teve aumento de 72% no número de casos de Covid-19 em uma semana, de acordo com o novo boletim da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), divulgado nesta quinta-feira (22). Entre os dias 10 e 17 de outubro, os 44 municípios que formam a região registraram 743 novos casos – média de 106 por dia. Os oito óbitos confirmados no mesmo período também representam aumento de 33,3% em relação ao boletim anterior.

O documento leva em consideração dados colhidos até o dia 17 (semana epidemiológica 42). A média móvel de casos confirmados na área cresceu 16% quando comparada à semana epidemiológica 40, passando de 94,9 para 110,4.

Já a média móvel de óbitos caiu 54% no mesmo período, diminuindo de 21,7 para 10. A região de saúde de Fortaleza foi a que, em números absolutos, soma o maior registro de casos e óbitos durante toda a pandemia. Até 17 de outubro, foram 107.692 confirmações e 5.854 mortes.

No recorte apenas da capital cearense, houve aumento de 1,6% nos casos e redução de 55,2% nos óbitos. A análise considera o intervalo entre as semanas epidemiológicas 38 e 41 (duas quinzenas), “acreditando ser este o período mais recente menos sujeito ao atraso na digitação das notificações”, segundo a Sesa.

Maior circulação viral

No boletim anterior, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de Fortaleza já havia alertado para uma “maior circulação viral” na cidade. A taxa de amostras com resultado positivo aumentou em 9,2% entre 8 e 15 de outubro, segundo o boletim de epidemiológico do órgão.

Além de Fortaleza, a área engloba Aquiraz, Eusébio, Itaitinga, Apuiarés, Caucaia, General Sampaio, Itapajé, Paracuru, Paraipaba, Pentecoste, São Gonçalo do Amarante, São Luís do Curu, Tejuçuoca, Acarape, Barreira, Guaiuba, Maracanaú, Maranguape, Pacatuba, Palmácia, Redenção, Aracoiaba, Aratuba, Baturité, Capistrano, Guaramiranga, Itapiúna, Mulungu, Pacoti, Amontada, Itapipoca, Miraíma, Trairi, Tururu, Umirim, Uruburetama, Beberibe, Cascavel, Chorozinho, Horizonte, Ocara, Pacajus e Pindoretama.

Na Região Norte, houve redução de casos e óbitos em 1,2% e 63,6%, respectivamente. No Cariri, os novos casos caíram 22,3%, mas os óbitos aumentaram 14,3%. No Litoral Leste e no Sertão Central, houve diminuição dos dois indicadores.

Covid-19 no Ceará

Em todo o Ceará, já foram confirmados 265.680 casos de Covid-19. Dos casos confirmados, 53.487 – em torno de 20% – são de residentes na capital e os demais 212.193 do interior e região metropolitana do estado. Também foram confirmados 9.260 óbitos pela doença, representando letalidade de 3,5%.

O governo do Ceará também havia recomendado a adoção de medidas mais restritivas de isolamento social em cinco cidades cearenses com tendência de alta no surgimento de casos do novo coronavírus: Crateús, Icó, Juazeiro do Norte, Russas e Tauá.

Em entrevista ao G1, o secretário estadual da Saúde, Dr. Cabeto, ponderou que o período eleitoral pode ter contribuído para o crescimento.

“Há correlação temporal entre o início da campanha e o aumento do número de casos. As pessoas estão descuidadas, aglomeradas e isso vai contribuir para o aumento de casos”, disse.

Fonte: https://g1.globo.com/

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Digite seu comentário
Por favor digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.